16 de julho, Dia do Comerciante

16 jul 2018

Quando as portas dos estabelecimentos comerciais se abrem, as ruas se enchem de vida: cores, cheiros, sabores, vozes, interações humanas.

O comércio possui papel essencial na economia. Tem sido protagonista no desenvolvimento do Brasil, apresentando durante a última década crescimento consistente, que impulsionou o Produto Interno Bruno (PIB) brasileiro. Apesar da recessão vivenciada desde 2014, no ano passado o comércio retomou o ritmo de crescimento, quando o setor viu aumento de 4,3% nas vendas.

No Paraná, o setor terciário é responsável por 63% do PIB e pela mesma parcela de empregos formais do estado, que correspondem a 1,6 milhão de trabalhadores com carteira assinada conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para o guru do marketing mundial, Philip Kotler, o “varejo inclui todas as atividades relativas à venda de produtos ou serviços diretamente aos consumidores finais, para uso pessoal e não-comercial”. Mas a forma como os produtos ou serviços são ofertados e onde eles são vendidos tem evoluído constantemente. Das feiras de bairros, aos tradicionais calçadões do comércio, passando e-commerce ou pela compra via WhatsApp, segundo Kotler, cada formato de varejo possui um ciclo de vida, desfruta de um período de crescimento acelerado, atinge a maturidade e então declina. E os comerciantes precisam estar atentos a toda e qualquer mudança no perfil de consumo de seus clientes.

É um trabalho árduo, administrar um negócio não é fácil, ainda mais com o peso da burocracia e dos tributos brasileiros.

Por isso, neste dia 16 de julho, Dia do Comerciante, o Sistema Fecomércio Sesc Senac PR parabeniza a todos os empreendedores que lutam bravamente todos os dias para manter as portas de suas lojas abertas, mantendo a roda da economia ativa e ajudando a reerguer o país, porque quando o comércio prospera, todos prosperam.


Texto:
Karla Santin – karla@pr.senac.br