Piana participa da premiação do Programa Agrinho 2018

06 nov 2018

O presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR e vice-governador eleito, Darci Piana, participou nesta segunda-feira (5) da premiação do Concurso Agrinho 2018, promovido pelo Sistema  Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep) e Senar-PR, com apoio de parceiros. Aproximadamente 1,5 mil professores, estudantes, pais, autoridades e lideranças rurais de todas as regiões do Paraná participaram do evento realizado no ExpoTrade, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Em sua 23ª edição, o Agrinho promove a valorização da agricultura, a sustentabilidade e a integração do campo com a cidade. O programa consiste no envio de material didático para as escolas paranaenses para que seja usado em atividades complementares.

De acordo com o presidente do Sistema Faep, Ágide Meneguette, a sustentabilidade no campo permeia o programa Agrinho desde sua criação e neste ano teve como tema “Nutrir o mundo é o nosso prato principal”. “Sustentabilidade é o termo que engloba as ações de defesa de nosso planeta e que podemos traduzir nas ações que o Senar PR vem realizando, capacitando os produtores rurais para que produzam mais, com mais eficiência e respeito ao meio ambiente. O Agrinho é um dos programas que eu olho com mais carinho porque é dedicado às crianças e aos jovens e porque leva essas lições importantes de sustentabilidade e ajuda a prepará-los para o futuro”, afirmou.

Entre as autoridades presentes na cerimônia estavam a governadora do Paraná, Cida Borghetti; o governador eleito, Carlos Massa Ratinho Júnior; o vice-governador eleito e presidente do Sistema Fecomércio PR, Darci Piana; o prefeito de Curitiba, Rafael Greca; o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Marcos Stamm; os deputados federais Sérgio Souza e Ricardo Barros; os deputados estaduais Guto Silva e Luiz Claudio Romanelli; o secretário de Agricultura do Paraná, George Hiraiwa; o ex-governador e presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Orlando Pessuti; o presidente da Fetranspar, Cel. Sérgio Malucelli, entre outros.

Em seu pronunciamento, Cida Borghetti disse que o Agrinho é uma das parcerias mais bem-sucedidas entre o poder público e o setor produtivo paranaense. “O Agrinho fomenta o interesse dos estudantes e professores na pesquisa, na preservação e no cuidado ao meio ambiente, preparando nossas crianças para o futuro”, declarou.

O governador eleito elogiou a iniciativa do programa Agrinho em despertar a cultura da produção de alimentos de forma sustentável entre crianças e jovens. “A produção de alimentos será o grande desafio da humanidade. Projeções estimam que o planeta terá 9,7 bilhões de habitantes até 2050. Hoje a população mundial é de 7 bilhões. O Paraná é o maior produtor de alimentos por metro quadrado do mundo, é a grande fazenda mundial. O Agrinho tem importante papel ao desenvolver uma consciência ambiental, sustentável, tecnológica e acima de tudo do agronegócio entre os estudantes do Paraná”, ressaltou Ratinho Junior. Na ocasião, o governador reafirmou o compromisso de fazer parcerias com os produtores rurais da agricultura familiar para fornecer parte dos alimentos para a merenda escolar.

Crédito: Ivo Lima

Da esq. p/ dir.: O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli; o presidente da Fetranspar, Cel. Sérgio Malucelli; o deputado federal Ricardo Barros; o presidente do Sistema Faep, Ágide Meneguette; a governadora Cida Borghetti; o governador eleito, Ratinho Júnior; o presidente do Sistema

Para Darci Piana, a valorização da atividade rural é de grande importância em um estado agrícola como o Paraná. “A melhor maneira de promover a agricultura e a proteção ao meio ambiente é na escola, através de experiências pedagógicas complementares, nas quais as crianças e jovens, sejam eles do campo ou da cidade, conhecem melhor o processo de produção dos alimentos que chegam as suas mesas, além de práticas de sustentabilidade”, observou.

Este ano foram inscritos no concurso mais de sete mil trabalhos. Apenas na categoria Experiência Pedagógica foram 700, para, ao final escolher quatro iniciativas da rede pública e uma da rede particular de ensino. Desde o ano passado, também é premiado um docente na categoria Agrinho Solos, somando seis vencedores ao todo. Cada um levou para casa um carro zero quilômetro. Os estudantes premiados receberam tablets e laptops.

Texto: Karla Santin